Aula é incrementada com uso de ferramenta digital

Pelotas

A Prefeitura de Pelotas queria tornar as aulas da rede municipal de ensino mais atrativas para os alunos. Como crianças e jovens estão familiarizados com as ferramentas digitais, havia necessidade em inseri-las na escola, sem que para isso fossem criados laboratórios de informática.

Com crianças e jovens cada vez mais conectados, familiarizados com ferramentas de tecnologia, a Prefeitura de Pelotas encontrou uma forma de usar recursos digitais para tornar as aulas mais atrativas para os alunos da rede municipal de ensino. Com a ajuda do Juntos e usando a expertise da Prefeitura do Rio de Janeiro, foi implementada na cidade a Educopédia, uma ferramenta digital que utiliza recursos multimídia nas salas de aula.

A intenção da Prefeitura de Pelotas era tornar as aulas da rede municipal de ensino mais atrativas para os alunos. Como crianças e jovens estão familiarizados com as ferramentas digitais, havia necessidade em inseri-las na escola, sem que para isso fossem criados laboratórios de informática.
Por meio de um trabalho de pesquisa, a frente de Cocriação de Serviços de Educação desenvolvida em Pelotas auxiliou a prefeitura a encontrar uma solução viável de implementação. Dessa forma, a administração municipal identificou a Educopédia, uma plataforma on-line colaborativa, desenvolvida pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Junto ao material de suporte aos professores, planos de aula, jogos pedagógicos e vídeos, a plataforma Educopédia passou a ser replicada no município de Pelotas.
O objetivo da plataforma é tornar o ensino mais atraente e mobilizador para crianças e adolescentes, além de instrumentalizar o professor. Ainda, a Educopédia é mais uma alternativa ao reforço escolar e para os alunos que faltam às aulas ou que não compreendem o conteúdo ensinado.

Entre abril e dezembro de 2014, com o suporte e acompanhamento do parceiro técnico, a prefeitura de Pelotas avançou com o processo de formalização do termo de cooperação técnica com a prefeitura do Rio de Janeiro para implementação da Educopédia.

Em 2015, a prefeitura pelotense avançou sozinha na implementação da Educopédia. Após concluída a fase preparatória, em maio de 2016 a cidade recebeu cinco profissionais da Assessoria de Inovação da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro para capacitar 50 professores da rede pública de Pelotas. Foram disponibilizados 66 kits da nova ferramenta tecnológica de ensino-aprendizado entre as quatro escolas. A Coordenadoria de Estratégia e Gestão pelotense conduziu as ações de contratações de serviços, compras de equipamentos, logística, encaminhamentos para formação, formatação do convênio entre as duas prefeituras, treinamento de professores e relação de diretores.

O projeto foi implementado em quatro escolas municipais: “Brum de Azeredo”, “Piratinino de Almeida”, “Osvaldo Cruz” e “Nossa Senhora de Lourdes”. Juntas, elas beneficiam 2.282 alunos. Para receber a plataforma Educopédia, essas escolas receberam infraestrutura, passando a contar com conexão de internet, datashow, caixas de som, tela-projeção de 80 polegadas e notebook. Foram capacitados 50 professores para uso da tecnologia.

A infraestrutura vem proporcionando o acesso do professor ao portal de conteúdo multidisciplinar, de forma simultânea para todas as salas de aula.

 

  • Comunitas
  • Secretaria de Educação e Desporto de Pelotas
  • Prefeitura de Pelotas
  • Prefeitura do Rio de Janeiro
  • Agência Tellus